quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Caos para os povos da floresta

O anúncio do governo em construir a Usina de Belo Monte a qualquer custo, financiando com recursos do BNDES uma obra em que evidências da insustentabilidade econômica, ambiental e social aumentam a cada dia.

Apesar do governo alardear sua fonte energética limpa, o governo esquece que uma matriz energética sustentável também deve proteger e valorizar as populações tradicionais, conservar os recursos naturais e de forma viável econômica. Nenhum desses aspectos está sendo seriamente considerado para a produção de uma matriz limpa.

Voltando o olhar especificamente para os povos que convivem de forma harmônica com o ambiente, a construção da usina ganha contornos de tragédia, uma vez que as diversas etnias indígenas que vivem no entorno da área que será alagada, terão que ser realocados, deixando pra trás, seus costumes, sua terra e o local onde estão acostumados.

As constantes denúncias sobre as incongruências envolvidas na construção da usina levaram cidadãos, organizações, a questionar as ações do governo, defender os povos indígenas e chamar a atenção do Governo para fontes de energia renováveis e verdadeiramente sustentáveis.

Em 20 de agosto, pessoas de dezenas de cidades do Brasil e em cerca de 14 cidades do exterior, invadirão as ruas, cobrando do governo uma política energética - antes disso, uma política ambiental que possa permitir o verdadeiro desenvolvimento sustentável.

Em Recife, a manifestação também cobrará do governo uma postura contra o esvaziamento do novo Código Florestal, em votação no Senado.

Em Recife, a concentração do ato será na praça do Derby, a partir das 14h30min, seguindo pelas ruas do centro do Recife. Caso deseje mais informações, entre em contato através da página do evento no facebook, acessando https://www.facebook.com/event.php?eid=180654211990629

Lucio Flausino
Biólogo, Cidadão


2 comentários:

  1. Você viu os comentários nos jornais? Acionistas da Eletronorte afirmaram que tais protestos eram fruto de desinformação :@

    ResponderExcluir