sábado, 2 de junho de 2012

Serviços Ecossistêmicos do Manguezal

Por Clemente Coelho Junior
Instituto de Ciências Biológicas de Universidade de Pernambuco
Instituto BiomaBrasil

Os manguezais dominam os habitats costeiro de regiões tropicais e subtropicais, e caracterizam os ecossistemas estuarinos nessas regiões, constituindo, durante milhares de anos, um importante recurso econômico utilizado pelas populações costeiras dos trópicos. Por essa razão, os manguezais são usualmente considerados entre os habitats mais importantes das zonas úmidas, dentre as unidades paisagísticas classificadas pela Convenção de Ramsar.

Cada unidade paisagística compartilha de características biológicas e físico-químicas próprios, quanto ao tipo de solo, espécies animais e vegetais, nutrientes, correntes marinhas, pluviosidade, dentre outros. Os processos entre estes componentes e dentro de cada um deles permitem que a unidade desempenhe certas funções e que gerem produtos, além dos atributos inerentes ao ecossistema. Dentre os serviços ecossistêmicos conhecidos para o manguezal, se destacam a capacidade de recarga dos aqüíferos; controle de inundações; a estabilização da linha de costa e o controle de erosão; a retenção de sedimentos, substâncias tóxicas e resíduos sólidos; exportação de biomassa; proteção contra tormentas e ventos fortes; estabilização de microclimas; beleza cênica explorada pelo ecoturismo; manutenção da biodiversidade costeira e estoque pesqueiro; diversidade funcional e biológica; singularidade do patrimônio cultural. Destaca-se também como importante mantenedor da segurança alimentar das comunidades tradicionais e ribeirinhas no nosso litoral.

O valor econômico total, atribuído ao ecossistema manguezal pode variar segundo o método utilizado e o serviço ambiental analisado. Para os manguezais de Cananéia, litoral sul de São Paulo, baseado na pesca, turismo e valor de existência chegaram ao valor de US$ 4,741.00/ha/ano. Valor subestimado, se considerar os diversos serviços prestados pelo ecossistema, porém importante numa análise estratégica em termos de gestão.

Há uma série de trabalhos que valoram os serviços relacionados à pesca e o turismo. Mas nos últimos anos tem sido crescente as discussões de sua importância como bioindicador das mudanças climáticas e da elevação do nível médio relativo dos mares. Estudos mais recentes indicam que os bosques de mangue absorvem quatro vezes mais carbono do que outros tipos de florestas, devido às características do solo de reter carbono e da própria dinâmica dos bosques, por ser considerado um sistema jovem.

Assim sendo, é meritório sua proteção e restauração e deve merecer grande atenção por parte do poder público, dado os benefícios econômicos e sociais providos por este.

Abaixo segue uma tabela compilada com os principais serviços.



Provisão
Produção de alimentos
x
Fornecimento de matérias primas
x
Recursos genéticos / Banco genético
x
Compostos bioquímicos
x
Regulação
Climática / Microclimática
x
Hídrica
x
Controle de erosão e retenção de sedimentos
x
Retenção de partículas atmosféricas
x
Controle biológico
0
Estoque / Remoção de CO2 da atmosfera
x
Polinização
x
Infiltração e escoamento pluvial
x
Recarga de aquiferos
0
Prevenção de proliferação de doenças
0
Estabilidade geotécnica (prevenção de desastres naturais)
0
Proteção contra o vento
x
Anteparo para o avanço da maré / Estabil. da linha de costa
x
Fixação de dunas
x
Suporte
Suprimento hídrico
0
Formação de solo
x
Ciclagem de nutrientes
x
Dispersão de sementes
x
Conectividade da paisagem
x
Manutenção da biodiversidade
x
Exportação de biomassa
x
Culturais
Recreação
x
Ecoturismo
x
Valor educacional
x
Valores espirituais e religiosos
x
Beleza cênica e conservação de paisagens
x

2 comentários:

  1. Adorei seu artigo. Sensacional! Como aqui em Boipeba existem muitos manguezais, peço a autorização para publicá-lo na nossa página do FACE. Obrigado pela resposta (oberre@outlook.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Será um prazer compartilhar conhecimento. Saudações.

      Excluir