terça-feira, 16 de abril de 2013

Peixe da espécie mero morre na praia de Suape

LITORAL SUL

Animal foi encontrado por pescadores da região

Publicado em 15/04/2013, às 22h10

Original em: http://jconline.ne10.uol.com.br


Um peixe da espécie mero morreu na praia de Suape, litoral Sul do Estado, na tarde desta segunda-feira (15). De acordo com o ambientalista voluntário Adriano Artoni, que foi chamado para resgatar o animal, pescadores da região encontraram o peixe ainda com vida, na praia.

Estima-se que o peixe morto, que tinha 1,86 metro de comprimento e pesava mais de 100 quilos, seja uma fêmea de aproximadamente 25 anos. Os meros vivem cerca de 50 anos.

Pescadores ligados à Associação dos Pescadores da Praia de Suape relataram que o animal estava atordoado, provavelmente devido às explosões que estão sendo feitas para remover uma barreira de corais para permitir a passagem de navios.

Este foi o terceiro peixe da espécie mero que aparece morto na praia em uma semana. Os pescadores também têm encontrado peixes e outras espécies mortos, além de tartarugas, após as explosões.

O ambientalista tentou contatar órgãos para levar o animal até a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), mas sem sucesso. O animal foi enterrado no manguezal próximo à praia.



NOTA DO BLOG:

Ou estou muito por fora de Suape, ou esta atividade de explosões para destruir os arrecife (de novo) não foram devidamente (re)apresentadas à sociedade. Gostaria muito de saber sobre a autorização dos órgãos ambientais e principalmente da orientação, se é que existiu, para se evitar esse crime ambiental.
Vale lembrar que o Mero é protegido por lei. Saiba mais no link abaixo, bem compilado pela jornalista Verônica Falcão.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogcma/canais/noticias/2013/04/16/explosoes_em_suape_causam_morte_de_peixe_ameacado_149610.php 

 Outra página na internet divulgando o crime ambiental.

http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2013/04/mero-e-encontrado-morto-na-praia-de-suape-litoral-sul-de-pe.html


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário